Apresentação

Inicialmente, o 5º Encontro Regional Centro-Oeste de História da Mídia - 5º Alcar Centro-Oeste, estava previsto para ser realizado de modo presencial em 2020. Todavia, com a pandemia da Covid-19 que assolou o mundo, o evento teve que ser adiado e, finalmente, acontecerá remotamente nos dias 22 e 23 de março de 2021. Por esse motivo, e reconhecendo as inúmeras dificuldades econômicas que também perpassam pelo universo da pesquisa e da pós-graduação no país, a Comissão Organizadora do 5o Alcar Centro-Oeste decidiu que o evento será gratuito, pois o que se busca é justamente o fortalecimento das pesquisas históricas no campo da Comunicação. 

A principal temática do evento, "Comunicação e Historicidade das Crises", foi pautada nacionalmente pela Rede na seguinte ementa: "O termo crise vem sendo usado recorrentemente por jornalistas e intelectuais, geralmente num sentido restrito, por exemplo, de "crise da agricultura", “crise ambiental”, “catástrofe climática” ou "crises cíclicas do capitalismo". Esse tema da Alcar procura pensar a crise como figura de historicidade, por meio da qual podemos interrogar o contemporâneo sobre a sensação crônica de insegurança, desconfiança e medo em relação às instituições governamentais e sua capacidade de garantir bem-estar coletivo, ao sistema judiciário e sua capacidade de cumprimento da lei, à política e suas formas de representação, à saúde e suas práticas especializadas, à ciência e sua ideia de verdade. A crise invoca a pergunta sobre o futuro histórico, para além da análise das conjunturas. Não se coloca apenas como uma instabilidade marcante no tempo presente, posto que opera numa lógica do risco, exigindo dos cidadãos e das instituições meios de prevenção e antecipação em relação a ameaças e perigos iminentes ou vindouros, mas também ansiedades pela reorganização de memórias coletivas e visibilidade de memórias individuais. Pensando a mídia como principal motor para essa percepção do mundo, o que as interfaces entre comunicação e história podem nos fornecer como chave de leitura para esse panorama distópico? A proposta é discutir os desafios teóricos e metodológicos da historicidade dos processos comunicacionais em meio ao atual contexto de profundas instabilidades no âmbito político-institucional, das organizações midiáticas, da produção cultural, das identidades e das epistemes".

 

Já a proposta do sub-tema, "190 anos do Jornalismo Impresso no Centro-Oeste" partiu da Comissão Organizadora local, tendo em vista que em 2020 a circulação do primeiro exemplar do jornal "A Matutina Meiapontense", o primeiro do Centro-Oeste brasileiro, completou 190 anos, assunto que será debatido na mesa redonda de encerramento do evento. 

A todas e todos, desejamos um bom evento.

​                  

Comissão Organizadora

Profa. Dra. Rosana Maria Ribeiro Borges (UFG)

Prof. Dr. Mário Luiz Fernandes (UFMS)

Prof. Dr. Douglas Cordeiro (UFG)

Profa. Dra. Christina Ferraz Musse (UFJF)

Prof. Dr. Magno Luiz Medeiros (UFG)

Profa. Ms. Alessandra Rodrigues Oliveira (UNIP)
Prof. Ms. Alfredo José Lopes Costa (UFG)

Mestranda Isabella Szabor Machado Mustafé (UFG)

Comitê Científico

Profa. Dra. Rosana Maria Ribeiro Borges (UFG)

Prof. Dr. Mário Luiz Fernandes (UFMS)

Prof. Dr. Lawrenberg Silva (Unemat)

Profa. Dra. Ana Carolina Rocha Pessôa Temer (UFG)​