Dezenas de pesquisas resgatam história da mídia do Centro-Oeste

Cerca de 150 estudantes e pesquisadores da área de comunicação social participaram do 3º Encontro Centro-Oeste de História da Mídia realizado nos dias 23 e 24 de junho na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Foram apresentadas 39 pesquisas acadêmicas abordando aspectos da história da mídia impressa, do jornalismo, do rádio, da televisão, da mídia alternativa, da mídia digital e da publicidade.

O evento teve como tema central “Mídia, fluxos migratórios e diásporas: perspectiva histórica”; palestra proferida pelo professor Antônio Hohlfeld, da Universidade Católica do Rio Grande do Sul. A mesa redonda com a participação das professoras e pesquisadoras Gladis Linhares Toniazzo (da Universidade Estácio de Sá do Rio de Janeiro), Rosana Borges (Universidade Federal de Goiás), do jornalista Dines César (TV Morena), e mediada pelo professor Marcelo Cancio Soares (UFMS), debateu os 55 anos da televisão na região Centro-Oeste.

A realização do evento foi do Mestrado em Comunicação e do curso de Jornalismo da UFMS em parceria com a Associação Brasileira de Pesquisadores da História da Mídia (Alcar). A presidente da Alcar, professora Ana Regina Leal, destacou a importância do evento para o resgate da história da mídia na região.

O professor Mario Luiz Fernandes (UFMS), um dos organizadores locais, considerando a quantidade e a qualidade dos trabalhos apresentados, ressaltou que apesar de esta ser apenas a terceira edição, o encontro já alcançou ótimos resultados. A edição nacional em 2017 será realizada na Universidade Makenzie (SP) e a do Centro-Oeste de 2018 deverá ocorrer na Universidade Federal de Goiás.

A mesa redonda sobre os 55 anos da televisão na região Centro-Oeste teve a participação das professoras Gládis Toniazzo (Estácio de Sá) e Rosana Borges (UFG) e foi mediada pelo professor Marcelo Cancio (UFMS)